Get Adobe Flash player

 

Há exatamente um ano, eu escrevia um artigo sobre o “desafio do desenvolvimento humano integral”, inspirado em uma conferência de um economista australiano, cujo tema foi: “O capitalismo clientelista. Ineficiente, corrupto e iníquo”. No referido artigo, tratei do desenvolvimento humano integral como uma escolha de todos os cristãos. Mas, sabemos que o capitalismo clientelista torna-se um grande desafio para atingirmos tal desenvolvimento, pois é injusto e ineficiente, além de trazer benefício apenas para um pequeno grupo, aumentando o quadro de desigualdade e pobreza. Aqui, não poucas vezes, o mercado político e o sucesso econômico vem apoiados em privilégios individuais. Isto explica o “casamento” entre empresas e políticos. A proibição de financiamento de empresas às campanhas políticas já foi um grande avanço para nossa democracia. Mas, infelizmente,ainda vivemos em uma cultura corrupta, que parece ter se familiarizado com esta prática.

O episódio de Brumadinho-MG, além de chocar todo o país com o dano à natureza e, sobretudo, com a perda de centenas de vidas humanas, reflete a força de um corporativismo baseado no lucro, onde a economia está no centro de tudo; corroborando com a crise do antropocentrismo moderno e suas consequências, bem destacado pelo Papa Francisco na Encíclica “Laudato Sì”. As questões relacionadas com o meio ambiente e com o desenvolvimento econômico têm sido abordadas amplamente pela Igreja nas diversas campanhas sociais; elas exigem uma atenção especial às políticas nacional e local. O Santo Padre na referida Encíclica diz: “Os limites que uma sociedade sã, madura e soberana deve impor têm a ver com previsão e precaução, regulamentações adequadas, vigilância sobre a aplicação das normas, contraste da corrupção, ações de controle operacional sobre o aparecimento de efeitos não desejados dos processos de produção, e oportuna intervenção perante riscos incertos ou potenciais” (Laudato Sì, n.177).

Diante de um episódio como o da barragem de Brumadinho-MG, deveríamos nos colocar algumas perguntas pertinentes: qual o valor da vida humana e da dignidade de cada pessoa em nosso país? Em uma cultura onde tudo é “líquido” ou fugaz, será que deixamos escapar questões tão essenciais para a pessoa na sua integridade? Será que o indiferentismo e o individualismo nos ofuscaram tanto, a ponto de não nos permitirmos mais ver o “homem como a medida de todas as coisas”? Não podemos simplesmente repetir que falta vontade política em nosso país; disso somos todos cônscios. A grandeza política se faz quando em momentos difíceis como este, surgem os grandes princípios pautados no bem comum. 

A tragédia de Brumadinho-MG deixará uma marca em todos nós; mas deixará também uma lição, a de que a ecologia ambiental e ecologia humana são inseparáveis. A ética exerce um papel unificador entre elas. Os direitos fundamentais e inalienáveis de cada ser humano, nenhuma barragem pode dissolver. Toda sociedade tem obrigação de defendê-los e promovê-los. A conscientização de todos e o diálogo para novas políticas sobre o meio ambiente, serão sempre o princípio e a meta para que novos episódios não ocorram mais.Não faltam projetos de leis que, como sabemos, encontram-se engavetados em nosso Congresso. Talvez falte da parte dos cidadãos uma pressão que leve a uma decisão política, pois “se os cidadãos não controlam o poder político – nacional, regional e municipal -, também não é possível combater os danos ambientais” (Laudato Sì, n. 179)

D. Pedro Cunha Cruz

 

Bispo diocesano da Campanha-MG

    O Salmista tem razão. Não foi nada fácil chegar até aqui (26 anos de COMUNIDADE MAGNIFICAT). Mas chegamos. Estamos vivos e vivos com mais uma vitória: ORDENAÇÃO DIACONAL DO IRMÃO SILAS JOSÉ RIBEIRO, dia 14 de julho deste feliz ano de 2018. 
    WhatsApp Image 2018-08-07 at 15.39.48O diácono Silas está terminando o 4o ano de teologia. Nosso Arcebispo, D. Gil, concedeu-nos a graça de permitir que ele pudesse ser ordenado 6 meses antes de finalizar o seu curso. Permitiu também que o nosso bispo diocesano, D. Pedro o ordenasse diácono no CENTRO DE EVANGELIZAÇÃO MAGNIFICAT (CEM). O bispo da diocese da Campanha veio até ao CEM e com a presença de vários padres celebrou o seu diaconato. Homilia de encher o coração. Vários sacerdotes da Arquidiocese de B. Horizonte, Campanha. Dois diáconos (Campanha e Leopoldina) e uma enorme alegria foi a presença de mais de 500 pessoas. Tivemos também vários seminaristas de Campanha, Leopoldina e Juiz de Fora. .A missa muito bonita com a batuta do seminarista da diocese da Campanha, Marcos Vinicius, sendo o cerimoniário.
O Ministério de Música, da nossa Comunidade Aliança, UNIDOS EM CRISTO, foi maravilhoso. O comentarista, o consagrado Irmão Williams, simples e discreto.
Muito obrigado à Sra Mariza Arbex e sua equipe da cozinha. Obrigado a todos que nos doaram alimentos, equipe de ornamentação, e a família Magnificat que lutou por mais de 2 meses em preparação para essa festa religiosa.
   Em nome do Pe. João Batista, formador da comunidade de filosofia e teologia, quero convidar os nossos amigos, Amigos MAGNIFICAT, para sua ORDENAÇÃO PRESBITERAL em Carrancas, dia 15 de dezembro às 10h. O Arcebispo Dom Gil Moreira será o ordenante. Agradecemos ao Pe Eder, pároco da cidade por acolher essa ordenação de mais um filho da COMUNIDADE EVANGELIZADORA MAGNIFICAT.
Pe. Pedro Paulo dos Santos, 
Fundador e Servidor Geral da CEM.

WhatsApp Image 2018-08-06 at 13.38.58

                A cada dia o Senhor Deus tem manifestado sua providência em nossas vidas e em nossa comunidade. O próprio Cristo nos disse: “Por isso, orai ao Senhor da seara e pedi que Ele mande mais trabalhadores para a sua colheita”(Cf. Mt 9,38). Assim nossa comunidade pedia todos os dias e a misericórdia do Senhor nos alcançou.

                Entre os dias 27,28 e 29 de julho, tivemos nosso VOCARE Masculino, contando com a presença de quatro rapazes: Eder (Córrego do Ouro), Jayson (Lima Duarte), Juliano (Córrego do Ouro), Warllyston (Varginha). Nesses três dias tiveram um encontro profundo com Deus, com o outro e consigo mesmo, meditando sobre o chamado vocacional que arde no coração de cada um.

                Tivemos um rico aprofundamento nos diversos tipos de vocação que a Santa Igreja nos propõe: sacerdotal, religiosa, matrimonial, laical. Contudo, o grande passo dado foi ver que o principal chamado que Deus nos faz é à santidade, seja em qualquer ramo vocacional escolhido.

                Além disso foi dada a oportunidade de conhecer mais de perto nosso carisma (Evangelizar no poder da Eucaristia), a vida de nosso fundador (Pe. Pepê) e a nós membros da comunidade, em uma convivência sadia e amigável, demonstrando como é bom servir a Deus de todo o coração.

                A missa do Domingo cedo contou com a participação da Comunidade Evangelizadora Magnificat Aliança (CEMA) e nela os discípulos Guilherme e Pedro receberam o caparão, dando mais um passo na vida de comunidade. E os discípulos Ezequiel, José Daniel, Luís Eduardo e Otávio receberam a medalha Magnificat, símbolo de pertença à comunidade.

                Desejamos que esse período seja de grande discernimento vocacional para os nossos vocacionados, sustento para os membros que já estão na comunidade e de grande felicidade para todos nós. Que Maria, Mãe das Vocações nos cubra com seu manto dando-nos carinho e proteção!

“Senhor aquilo que Tu queres e como queres, eu quero também”

José Daniel Coutinho Silva

Discípulo da Comunidade Evangelizadora Magnificat

 

         É com pesar que a família Comunidade Evangelizadora Magnificat comunica o falecimento de Dona Marina que residia na cidade de Cambuquira, MG, irmã biológica do padre Pe.Pepê.        Foi chamada a contemplar a face de Deus no dia 18 de abril do ano corrente.

 

Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; 
João 11:25

 

Ass.: Ir. Juliana Parente, CEM

Feliz Páscoa!

 

            Maravilha é comemorar esse acontecimento, essa passagem.

           Como cristãos, temos convicta certeza da VIDA sobre a morte, pois nosso Deus ressuscitou no terceiro dia. Essa é a festa mais importante para a Igreja Católica.

 

Você sabia ?

A páscoa dura 50 dias:Inicia no domingo da ressureição e termina no domingo de Pentecostes;

A palavra PÁSCOA vem do hebraico Pessach que significa passagm

Link

http://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/voce-sabe-qual-o-verdadeiro-significado-da-pascoa-crista.html

https://www.dicionarioetimologico.com.br/pascoa/

https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/pascoa-seu-real-sentido/

 

 

 

 

Ir. Juliana Parente, CEM

E-mail | Link2 | Link3

Copyright © 2010 - ASSOCIAÇÃO COMUNIDADE EVANGELIZADORA MAGNIFICAT - Todos os direitos reservados

ROD. MG 167  KM 88 - CX. POSTAL 1037 - 37410-000 TRÊS CORAÇÕES/CAMBUQUIRA - MINAS GERAIS - (35) 3234-0250 - 3417-0576